14 de março de 2015

Secretário de Saúde de Cuité presta esclarecimentos sobre denúncias no Programa "A Voz do Povo" na 89 Fm de Cuité



O Secretário Municipal de Saúde de Cuité, Gentil Venâncio Palmeira Filho, fez uma participação hoje no Programa "A Voz do Povo", juntamente com a Prefeita Euda Fabiana e o Deputado Bado Venâncio, que vai ao ar todas as manhãs de sábado.

Em sua fala, Gentil, esclareceu, dessa vez, em viva voz, o episódio da entrega do leite vencido que foi entregue pela 4ª Gerência de Saúde de Cuité, na manhã do dia 12 de março do corrente ano. O mesmo afirmou que foi procurado por muitas mães na Secretaria de Saúde e que, verificando a veracidade da denúncia, acionou a Vigilância Sanitária Municipal para a tomada das providências legais, o que acarretou a apreensão de pouco mais de 200 litros de leite, o que perfaz menos 10% do total da remessa, tendo em vista que mais de 2000 litros já haviam sido entregues às mães cuiteenses.

O mesmo afirmou que, em diligência com o Conselho Tutelear foram até a Promotoria da Infância e da Adolescência de Cuité, onde foi tomada a decisão de se usar todos os meios para a publicização de tal fato. Assim feito, foram utilizadas as redes sociais, a Rádio 89 FM e a divulgação em som volante pelas ruas da cidade.

Segundo o Secretário o que o deixou mais indignado, foi que momentos após a divulgação da nota de Utilidade Pública divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde ouviu-se uma outra nota afirmando que o consumo do leite era seguro, dessa vez emitida por algum serviço e/ou correligionário do Governo do Estado, afirmando que apenas as embalagens foram utilizadas de forma equivocada, prestando assim desserviço à população cuiteense. 

Ora, esse blog tem a a ousadia de perguntar a seus leitores: Se nós, consumidores, não pudermos confiar na data de validade que vem impressa em um produto, vamos confiar em que? Qual a segurança que temos para consumir tal produto? Essa pelo menos é uma questão de ética e bom senso.

Ainda segundo o Secretário, faltou essa ética e bom senso por parte dos administradores do Programa do Leite aqui na nossa cidade. Não existiu, segundo ele e segundo depoimentos que ele relata em sua fala, nenhuma preocupação em retirar o leite de circulação pela 4ª Gerência de Saúde e que técnicos daquele órgão estavam conscientes que entregaram o leite com a data de validade impressa vencida.

O Secretário ainda falou a respeito de uma denúncia, a qual diz ser infundada, sobre a entrega de medicação, mais especificamente anticoncepcionais, com validade vencida em uma UBSF da zona urbana de Cuité. O mesmo afirmou que, no momento que tomou conhecimento da denúncia, mandou que os fatos fossem apurados, mesmo sendo sabedor que se trata de algo forjado.

No Programa "Trabalho a Toda Hora" deste sábado (14) a enfermeira Jaquelani da UBSF Abílio Chacon Filho, prestou esclarecimentos a respeito, enfatizando dados importantes, tais como o lote do medicamento. Segundo a mesma, tal lote nunca foi recebido por aquela Unidade Básica Saúde.

Contudo, o Secretário ainda afirmou que esta denúncia está sendo investigada e que os verdadeiros culpados irão aparecer e, sendo estes, quem quer que sejam, serão punidos em forma de Lei.

Esse Blog opina em dizer que entre as duas denúncias, uma verificada no ato com pessoas denunciantes, com apreensão da Vigilância Sanitária e outra feita de forma anônima em um outro blog, uma coisa pode ser verificada: Existe uma questão de ética e de compromisso por parte do município em zelar pela saúde das pessoas. Mesmo à denúncia anônima, o Secretário de Saúde determinou investigação e responsabilização das pessoas envolvidas. Coisa que não o fez a 4ª Gerência de Saúde que tentou e tenta, a todo custo, justificar o injustificável. 

Na noite da quinta-feira, 12, em Audiência Pública na Câmara Municipal de Cuité, onde o Secretário de Saúde Gentil Palmeira prestava contas do 3° quadrimestre do ano de 2014, o Vereador Vicente Filho, disse sentir-se envergonhado com a atitude tomada na distribuição do leite com a data de validade vencida e parabenizou o Secretário de Saúde de Cuité pela Nota de Utilidade Pública emitida pela Secretaria, o que considerou ser um Serviço de Saúde Pública. Disse ainda que a Gerente Estadual do Programa estará abrindo uma sindicância para apurar os fatos. Atitude que os técnicos do Programa do Leite deveriam ter tomado, ao terem recebido o lote com a data de validade impressa vencida. 

Nota-se que ainda existe bom senso em algumas mentes sãs.

Arquivo do blog