30 de outubro de 2014

HOMEM É PRESO EM CUITÉ POR ROUBO E TENTATIVA DE ESTUPRO


Foi preso na noite desta quarta-feira (29), na cidade de cuité/pb, um homem identificado como José Francinaldo da Silva, mais conhecido como índio. sob ele pesa a acusação de roubo e tentativa de estupro. ele é natural de santa cruz/rn e já tem outras passagens pela polícia.

Na noite da segunda-feira (27) foi registrada na delegacia da cuité, uma queixa de uma mulher (que não quis ser identificada) e que contou que havia sido assaltada e em seguida, o bandido tentou estuprá-la, a ameaçando com uma faca de mesa. 


a vítima ainda contou que ficou cerca de uma hora de posse do bandido. o crime ocorreu nas proximidades no Bairro Antônio Mariz, conhecido como bairro do tambor.


Policiais civis deram início às investigações do crime e nesta quarta-feira a vítima reconheceu o agressor que estava na rua 25 de janeiro, em cuité. a mulher informou o fato imediatamente ao seu marido, que acionou o aparato policial. a ação se deu numa parceria das polícias civis e militares, que realizou em seguida a prisão do meliante. em posse das autoridades, índio mostrou onde estavam os objetos roubados da vítima. apenas alguns pertences foram resgatados, já que o bandido trocou os de maior valor por drogas.

Um fato curioso que chamou do delegado da polícia civil de cuité, Dr. Durval barros. o bandido preso nesta ocorrência já é um velho conhecido da polícia. ele já havia sido baleado em uma ocorrência, em uma ação comandada também pelo Dr. Durval, que na época era superintendente da polícia civil. “no ano de 2002, havia uma gangue do rio grande do norte, que causou pânico na cidade de campina grande e ficou conhecida como a gangue da moto vermelha. eram mais de 100 motos em poder dessa gangue que tinha bandidos de alta periculosidade”, disse o delegado. Dr. Durval barros ainda conta que o índio, preso ontem em cuité, foi baleado e atingido na Femural e não foi a óbito. por isso, recebeu pena de 14 anos de prisão, em campina grande.

Em seu depoimento, índio disse que estava albergado, mas quebrou e albergue e veio se instalar e cuité, a cerca de um ano de seis meses.

Central de jornalismo da 89fm



Arquivo do blog