5 de dezembro de 2013

BADO VENÂNCIO DIZ QUE AS OPOSIÇÕES PODERÃO MARCHAR UNIDAS, ‘O PEN VAI INTENSIFICAR AS CONVERSAS ESTA SEMANA’


O deputado estadual Bado Venâncio disse em entrevista ao programa ‘A Hora do Rush’, da Rádio Sanhauá, que o PEN se reuniu na tarde desta terça para debater o futuro partidário. Ele disse que a segurança pública e a educação na Paraíba estão em situação complicada demais, ele disse em Cuité, por exemplo, o padre faz campanha para reformar a delegacia, que, segundo ele, não tem delegado nem fica aberta para atender às necessidades da população. Da mesma forma, o deputado relatou que a educação nas cidades do interior, deixam muito a desejar.



Ele disse que é necessário verificar como é feita a prestação de contas, ele disse que a Paraíba tem hoje, apenas na gestão de Ricardo Coutinho, cerca de R$ 800 milhões. Bado destacou que todas as ordens de serviço assinadas e anunciadas pelo Governador podem acontecer no próximo ano quando a lei eleitoral proíbe início de obras que não foram anunciadas e acertadas antes.

Bado Venâncio disse que já reivindicou, junto ao Governador e ao secretário Waldson de Sousa, que o Hospital Regional de Picuí tivesse atendimento para as pessoas da região, inclusive, com hemodiálise, mas recebeu como resposta que a gestão não tinha condições de colocar a unidade para este tipo de atendimento por falta de profissionais que atendessem os pacientes.

Indagado sobre os dados apresentados pela secretária de Comunicação da Paraíba, Estela Bezerra, o deputado Bado disse que os cálculos não batem com a realidade e com o que deve ser investido em comunicação. “Quando terminar dezembro, Secretária, nós vamos puxar os gastos. Os números são transparentes”, destacou. Ele criticou o gasto com publicidade, enquanto tantos paraibanos sofrem com a falta d’água no interior.

Todos os deputados do Pen estavam presentes na reunião, além de Roseana Meira e Luciano Agra. Bado disse que a chapa ideal seria o senador Cássio como candidato e Agra como vice-governador. Mas disse que a certeza que se tem é que o PEN não estará com Ricardo Coutinho, “mas conversar intensamente esta semana para chegar ao melhor resultado possível”. Ele finalizou dizendo que a oposição poderá marchar toda unida, com todas as legendas adversárias ao atual Governador e destacou que comentários de bastidores dão conta de que Cássio poderá, sim, ser candidato em 2014.

FONTE ; http://www.jornaldaparaiba.com.br/polemicapb

Arquivo do blog