5 de novembro de 2012

Saúde promove curso básico para profissionais sobre registro de câncer


Em parceria com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), a Secretaria de Estado da Saúde (SES) vai promover um Curso Básico de Registro de Câncer, a partir desta segunda-feira (5) até sexta-feira (9), no Hotel Ouro Branco, em João Pessoa. O objetivo é capacitar e requalificar profissionais que atuam no Registro de Câncer de Base Populacional e no Registro Hospitalar de Câncer, melhorando, assim, a qualidade das informações.

De acordo com a chefe do Núcleo de Doenças e Agravos Não Transmissíveis da Secretaria de Estado da Saúde, Gerlane Carvalho, os hospitais da Paraíba que fazem Registro Hospitalar de Câncer são: Fundação Assistencial da Paraíba  (FAP), Hospital Universitário Alcides Carneiro (Campina Grande), Hospital Napoleão Laureano, Instituto Walfredo Guedes Pereira (João Pessoa) e Hospital Regional de Patos.

De acordo com o Inca, o Registro de Câncer de Base Populacional é a coleta de dados de uma população claramente específica (com diagnóstico de câncer) em uma área geográfica delimitada. São registros que fornecem informações permanentes sobre o número de casos novos nessa área delimitada, permitindo detectar setores da área onde a população local é mais afetada pela doença, fatores ambientais que podem estar relacionados e influenciar na prevalência da doença, identificar grupos étnicos afetados promovendo assim investigações epidemiológicas e estudos específicos.

As informações obtidas desses registros também auxiliam na determinação da necessidade de campanhas junto à população na detecção precoce e prevenção do câncer, como também na avaliação de novas técnicas diagnósticas.  O principal propósito desse tipo de registro é avaliar o impacto do câncer em uma determinada população.

O Registro Hospitalar de Câncer coleta dados de todos os pacientes atendidos no hospital, com diagnóstico confirmado de câncer.  Esse serviço tem sido descrito como um espelho que reflete o desempenho do corpo clínico em relação à assistência prestada aos pacientes, através da avaliação dos resultados de protocolos terapêuticos e análise de sobrevida dos pacientes, por tipo específico de câncer.

Um dos destaques é a utilização das informações do registro hospitalar no planejamento do hospital em áreas carentes para o recrutamento de profissionais necessários e como base de informação para a pesquisa clínico-epidemiológica institucional.

Confira a Programação do evento:

Segunda-feira (5)

8h00 – Abertura

8h30 – Noções Básicas sobre Anatomia, Fisiologia, Histologia, Terminologia Médica e Nomenclatura de Tumores

10h30 – Intervalo

10h45 – História Natural do Câncer

12h30 – Almoço

13h30 – Noções Básicas sobre TNM

14h30 – Conceito, Finalidades/Objetivos, Planejamento e Fluxo de Informação de um Registro de Câncer



Terça-feira (6)

8h30 – Classificações Internacionais para Registros de Câncer

10h30 – Intervalo

10h45 – Exercícios sobre Codificação

12h30 – Almoço

13h30 – Apresentação das Fichas para Coleta dos Dados do RHC

16h00 – Intervalo

16h15 – Apresentação das Fichas para Coleta dos Dados do RHC



Quarta-feira (7)

8h30 – Cadastro de Casos – Em Grupo

10h30 – Intervalo

10h45 – Aula prática para cadastro de casos

12h30 – Almoço

13h30 – Aula prática para cadastro de casos

16h00 – Intervalo

16h15 – Aula prática para cadastro de casos



Quinta-feira (8)

8h30 – Apresentação do SisRHC / Integrador RHC e SisBasePopWeb

10h30 – Intervalo

10h45 – Apresentação do SisRHC / Integrador RHC e SisBasePopWeb

12h30 – Almoço

13h30 – Apresentação do SisRHC / Integrador RHC e SisBasePopWeb



Sexta-feira (9)

8h30 – Aula Prática para Cadastro de Casos

10h30 – Intervalo

10h45 – Aplicação da avaliação escrita (Prova)

12h30 – Almoço e Encerramento


Arquivo do blog