18 de outubro de 2012

Inca lança jogo interativo de combate ao tabagismo


Conscientizar as crianças e jovens sobre os malefícios causados pelo cigarro. Esse é o objetivo do jogo online “Agentes da Saúde por um mundo livre do cigarro”, desenvolvido pelo Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) lançado nesta quinta-feira (18), no Seminário de Ciência e Tecnologia na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro.
A ideia do jogo surgiu durante a campanha “Fumar faz mal pra você, faz mal para planeta” para dar continuidade às ações de prevenção e combate ao tabagismo do Inca e chamar a atenção dos jovens de uma maneira lúdica e atrativa. “Optamos por usar a tecnologia para conseguir chegar até o público jovem e falar sobre todos os males causados pelo cigarro, tanto para quem fuma como para os que convivem com os fumantes”, ressalta Mônica Assis, do Programa Nacional de Controle do Tabagismo.
O jogo é dividido em várias fases. Os participantes podem acompanhar o processo da cadeia produtiva do tabaco, desde a plantação do fumo até sua comercialização. A primeira parte do jogo explica de uma forma interativa as fases de produção no campo, com a presença dos agricultores plantadores do tabaco. Depois, ele mostra quais são as doenças causadas aos agricultores e suas famílias por cultivarem esse produto e expõe outras opções de cultivo que não causem danos à natureza e à saúde da população. As outras fases chegam à cidade e, neste momento, o jogador pode contribuir distribuindo cartazes da campanha de prevenção do Inca pelas ruas e ajudar, também, na prevenção das meninas grávidas.
Segundo Mônica Assis, o intuito é que todos os estados e municípios divulguem o jogo nas escolas para contribuir na educação das crianças e jovens.
Exposição sobre o controle do tabaco – Durante a Semana de Ciência e Tecnologia, o Inca também reabre para visitação ao público, no Museu da Vida na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a exposição “O controle do tabaco no Brasil: uma trajetória.
A mostra conta a controversa história, a partir do século XX, entre a indústria do tabaco e organizações brasileiras ligadas à saúde pública. Dividida em 22 painéis fotográficos, a exposição apresenta o esforço da saúde pública contra os estímulos à prática de fumar cigarros.
A exposição também destaca as campanhas criadas por órgãos governamentais mostrando os malefícios do uso do cigarro.

Arquivo do blog