O Para’iwa Coletivo de Assessoria e Documentação lança em João Pessoa (PB), na próxima terça-feira (19), o Pontão de Cultura Digital Multivisualnet Caatinga. Este é um momento de apresentação do projeto e de exibição dos vídeos realizados por meio de oficinas facilitadas em seis cidades paraibanas e uma pernambucana. A Usina Cultural Energisa é o local para reunir interessados, colaboradores e participantes do Projeto, bem como agentes dos Pontos de Cultura para um diálogo acerca de Audiovisual e Educação, que acontece às 19h30. A proposta é ampliar as discussões para o bioma caatinga, tendo em vista ser um momento em que o tema desenvolvimento sustentável se encontra em voga, por conta da Conferência das Nações Unidas, Rio +20, que acontece no mesmo período.
O Pontão de Cultura Digital Multivisualnet Caatinga é um projeto que desenvolve atividades desde julho de 2010 junto a sete Pontos de Cultura – sendo seis no estado da Paraíba e um em Pernambuco. A proposta é situar o audiovisual como atividade de informação e comunicação e, ainda, consolidar a integração escola-comunidade. O objetivo do programa é constituir de um acervo de vídeos tematizantes do bioma caatinga para escolas  e, ainda, produzir conteúdos para a TV Pública Brasileira. Com suas atividades, o projeto colaborou para a formação de 150 jovens, 40 professores e 24 agentes culturais.
Proposta pelo Para’iwa Coletivo de Assessoria e Documentação, a iniciativa segue com apoio da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) através da Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários (PRAC) com a Coordenação de Extensão Cultural (COEX), pelos Pontos de Cultura Antônio Nóbrega (Aparecida-PB), Cariris Dança e Vida (Taperoá-PB), Anjos da Caatinga (Serra Branca-PB), Portadores de Eficiência (Cuité-PB), Multivisualnet Bananeiras (Bananeiras-PB), Sertão Cultural (Catolé do Rocha-PB) e Estação da Cultura (Arcoverde-PE).