18 de maio de 2012

Professores da UFCG realizam mobilização em praça pública



Professores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) aderiram à greve a nesta quinta-feira (17). Com a paralisação por tempo indeterminado, 62 mil alunos devem ficar sem aula no estado.

Professores de pelo menos 27 universidades federais e de dois institutos federais em 19 estados iniciaram nesta quinta-feira (17) uma greve por tempo indeterminado.

O primeiro dia de mobilização no Campus de Cuité, foi oferecido um café da manhã aos professores e aos que ali passavam.  

A assessoria de imprensa da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Campina Grande (Adufcg) informou que como a greve tem caráter nacional as reivindicações das instituições são as mesmas. Segundo a assessoria, os professores querem a restruturação da carreira docente, prevista em um acordo firmado em 2011. Os docentes também pleiteiam melhores condições de trabalho e a valorização profissional.

 



Arquivo do blog