5 de maio de 2012

Cuiteense Não Respeita as Sinalizações



Um dos mecanismos mais simples e capazes de facilitar a informação dos moradores e  dos visitantes dentro da cidade é a sinalização dos principais corredores viários com placas indicativas. O trabalho de colocação das placas, bem como gelo baiano,  quebra molas feito recentemente   pela Secretaria Municipal de Infra Estrutura e Urbanismo de Cuité que implantou na cidade várias placas indicativas que trazem orientações sobre a localização de ruas e indicativos de trânsitos não foi suficiente para  o respeito às  sinalizações.
Muitos acidentes  dentro do perímetro urbano já aconteceram, inclusive com vítimas fatais, soma-se ai a imprudência, a falta de respeito às sinalizações, bem como às regras do trânsito.
Acidentes de trânsito não são raros. Só para se ter uma ideia, a maioria dos  acidentes que acontecem em Cuité envolvem motos. Sem contar aquele motociclista que não morre mas fica com traumas e sequelas para o resto da vida. Um problemão para ele, para sua família.
Afinal, quem é esse motociclista que se arrisca tanto? Será alguém sequer habilitado? São maiores de idade?
É preciso reconhecer o problema, cobrar providências porque essa resignação custa caro às famílias e aos cofres públicos também. Os órgãos federais de trânsito em conjunto com os DETRANS, a polícia de trânsito, departamentos municipais e a sociedade devem se unir e repensar a situação. O trânsito, antes de ser composto por máquinas velozes e mortíferas deve ser formado por seres humanos com compromisso com a vida.
Enquanto essas mudanças não chegam vamos fazer a nossa parte para uma convivência pacífica, saudável e inteligente no trânsito.





Arquivo do blog