13 de abril de 2012

Cuité entre os selecionados do Minha Casa Minha Vida


Marco Pietro - Pref. Paulo Afonso (BA)Marco Pietro - Pref. Paulo Afonso (BA)Após mais de 120 dias de atraso e três adiamentos, o Ministério das Cidades divulgou, nesta quinta-feira, 12 de abril, a lista dos Municípios contemplados pelo Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV). Esta gama de recursos foi destinada especialmente para cidades com menos de 50 mil habitantes. Ao todo 2.582 Municípios receberão apoio financeiro para construção de 107.348 moradias, no valor de R$ 25 mil cada, sendo 50 unidades por Município.
O critério de seleção foi o nível de pobreza dos Municípios, ou seja, onde há mais famílias carentes. Pois, o governo federal usou os recursos para atender metas de outro programa, o Brasil sem Miséria. O investimento para a construção das casas é de R$ 2,8 bilhões. Mas, há também contrapartida dos Municípios, como a aquisição dos terrenos, por exemplo.
Segundo o governo, 1.163 entes municipais foram selecionados pela primeira vez no MCMV. Outros 1.419 foram escolhidos também em etapas anteriores. O número de inscritos para serem contemplados nesta etapa chegou a 4.042 Municípios. Eles pediam a construção de 426.146 unidades habitacionais, em 8.939 propostas enviadas ao Ministério.
ReivindicaçãoUm dia antes desse anúncio, na manhã desta quarta-feira, 11 de abril, a Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara dos Deputados organizou uma audiência pública para cobrar esclarecimentos do Ministério das Cidades sobre esse atraso na divulgação. A representante do governo, Maria Avesani, afirmou que a mudança de critérios na escolha, antes feita a nível regional, foi o que ocasionou o problema. Esta lista foi feita com base em dados nacionais. 

Arquivo do blog