7 de novembro de 2011

Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional começa segunda em Salvador


Evento, que deverá reunir mais de 2 mil participantes, entre delegados e convidados, será aberto às 19h do dia 7, pela ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, e pelo governador da Bahia, Jaques Wagner. Na pauta, o direito humano à alimentação adequada e saudável 
 
Brasília, 4 – Para discutir a alimentação adequada e saudável como direito de todos os brasileiros, a cidade de Salvador receberá, entre os dias 7 e 10 de novembro (segunda a quinta), 2,2 mil delegados da 4ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, dos quais 180 representantes de 50 países.

A conferência será aberta na segunda (7), às 19h, pela ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, e pelo governador da Bahia, Jaques Wagner. Durante quatro dias, delegados eleitos, observadores e convidados buscarão construir compromissos para efetivar o direito humano à alimentação adequada e saudável e promover a soberania alimentar, por meio da implantação do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan) e da política nacional da área nos três planos de governo, com a participação da sociedade civil.

No primeiro dia, haverá oficina internacional e um espaço dedicado aos estandes. Para o segundo, discussões e debates sobre o tema deste ano: “Alimentação adequada e saudável, direito de todos”. Os trabalhos em grupo, programados para o terceiro dia, serão divididos de acordo com eixos temáticos. As conclusões serão apresentadas à tarde, durante a plenária final.

Estão previstos, ainda, capacitação de indígenas, dois lançamentos de livros, 30 grupos de trabalho, exibição de documentários e dezenas de atrações culturais, rodas de conversas, seminários, painéis e debates.

A 4ª Conferência Nacional é uma realização do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), da Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan) e do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

Histórico – Cerca de 70 mil pessoas participaram das discussões nas conferências realizadas em todos os estados, nas 119 conferências territoriais e nos encontros de 3,2 mil municípios e 26 estados. Entre os delegados da sociedade civil, foram eleitos representantes de indígenas, quilombolas, da população negra, de povos de terreiro e de outras comunidades tradicionais.

A cada quatro anos, uma conferência nacional é realizada. De dois em dois anos, a Conferência+2 analisa o que foi posto em prática e o que é necessário ser feito nos dois anos que antecederão o encontro seguinte. “Fome: uma questão nacional” foi o lema da primeira conferência, ocorrida em julho de 1994, em Brasília. A segunda teve Olinda (Pernambuco) como palco, em março de 2004. “Por um desenvolvimento sustentável com soberania e segurança alimentar e nutricional” foi o tema de julho de 2007, em Fortaleza.

SERVIÇO
4ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional

Data:
 segunda a quinta (7 a 10 de novembro, com abertura no dia 7, às 19h)
Hora: das 8h30 às 18h30
Local: Centro de Convenções da Bahia, R. Jardim Armação, s/nº – Praia da Armação, Salvador, BA

Ascom/MDS
(61) 3433-1021
www.mds.gov.br/saladeimprensa

Arquivo do blog