3 de outubro de 2011

Quem é o psicólogo escolar?



O psicólogo escolar tem como objetivo principal trabalhar para melhorar o processo ensino/aprendizagem no seu aspecto global (cognitivo, emocional, social e motor), através de serviços oferecidos a indivíduos, grupos, famílias e organizações. 




Contribuindo com trabalhos específicos junto à equipe técnica pedagógica, professores, pais e alunos. A Psicologia Educacional remete a uma área voltada basicamente para pesquisa e produção de conhecimento referente à Educação e quanto à Psicologia Escolar, está voltada à prática profissional do psicólogo. Pode-se dizer que a Psicologia Educacional é o conhecimento psicológico e a Psicologia Escolar é a técnica (CORREIA e CAMPOS, 2000).




Algumas atividades desempenhadas pelo psicólogo escolar:

• Avaliação, diagnóstico, orientação e encaminhamento de alunos com dificuldades escolares;


• Orientação a alunos e pais: o trabalho de orientação a alunos e pais, em relação às dificuldades escolares e a outros assuntos de interesse, para o desenvolvimento do estudante tem constituído uma das atuações tradicionais do psicólogo. A orientação psicológica diferente da psicoterapia (que não é função de um psicólogo na escola) implica ações de aconselhamento em função das necessidades específicas do desenvolvimento do educando;

• Orientação sexual: A orientação sexual também constitui uma forma específica da função de orientação na qual se têm produzido mudanças. Nesse sentido, da ênfase dada à informação sobre a sexualidade humana, os sentimentos afetivos nela envolvidos e os cuidados que devem ser considerados, passa-se, com justeza, a destacar a contribuição para o desenvolvimento dos recursos subjetivos favorecedores de um comportamento sexual responsável e positivamente significativo para os envolvidos




• Visitas domiciliares, quando necessário até mesmo quando os pais se negam a comparecer a escola;

• Coordenar grupos operativos com família e equipe de profissionais da escola;




• Encaminhamento e avaliação psicológica para acompanhamento psicoterápico;





• Auxiliar na construção e execução de projetos de ordem multidisciplinar realizados na escola, coma sugestão de temas contemporâneos que envolvam aspectos psicológicos;

• Organização das reuniões de pais;


• A orientação psicológica na escola é uma orientação breve, que tem como objetivo focar uma queixa específica dando apoio a pessoa que está passando por alguma dificuldade emocional e pessoal e que precisa consultar um psicólogo, cabe a este ultimo analisar a necessidade do aluno ou não de orientação; geralmente a orientação ocorre em casos de brigas em sala de aula, mau comportamentos pontuais, perdas familiares, entre outros.


Arquivo do blog