12 de outubro de 2011

Mostra Cultural da Escola Estadual OrlandoVenâncio destaca criatividade e talento de alunos

Alunos do Fundamental do 6ºao 9º ano à 3ª série do Ensino Médio – estiveram envolvidos em projetos que abriram uma porta para que todos pudessem perceber seu potencial, instigados por desafios e situações -problemas culminando na IX Feira e Mostra Cultural: Tecendo Saberes- Tema Nordeste.

A IX Feira e Mostra Cultural foi bantante visitada em especial pelos pais dos alunos que vieram conferir de perto o desempenho de seus filhos. Para a escola essa integração da escola com a família é fundamental. A escola tem a obrigação de mostrar que é um espaço onde se produz e essas produções precisam sair dos muros da escola. É importante que os pais acompanhem os trabalhos desenvolvidos na escola, saibam da integração entre os segmentos enfim , que participem desse espaço de construção do conhecimento.

Vejam como foram abordados os sub-temas:

Redescobrindo as invenções: Através de uma série de experimentos, (Química,Física,Biologia,Matemática) os alunos perceberam que estamos rodeados por conhecimentos das mais diversas áreas, e não nos damos conta da relação entre eles. As atividades realizadas foram uma oportunidade de desenvolver e aprimorar um olhar sensível, atento e observador, pois foi assim que cientistas e inventores nos conduziram a novos saberes.

Alimentação Alternativa: Os alunos abordaram o reaproveitamento alimentar, enfatizando o desperdício e apresentando um variado e delicioso cardápio com alimentos alternativos. A turma ainda promoveu uma mini apresentação de fantoches chamando a atenção dos visitantes para o reaproveitamento dos alimentos.

Paraíba Joia Rara: Neste estande os alunos apresentaram uma enquete realizada com diversas pesssoas de idades e profições diversas sobre o significados das cores da Bandeira da Paraíba e da palavra NEGO. Ainda apresentaram os personagens ilustres dentro da cultura Paraibana como também da cidade Cuité. Ainda foi apresentado um vídeo/ música paraíba Joia Rara do compositor Tom Oliveira e um gesticulada do Hino da Paraíba.

A linguagem dos estados nordestinos: Os alunos realizaram uma pesquisa do vocabulário popular de todos os estados juntamente com o significado de cada palavra. Apresentaram a literatura de Codel como também os escritores nordestinos que se destacaram e se destacam na literatura .

A Música na ótica da matemática: O Estande mostrou através do monocórdio construído por Pitagoras como são as notas musicais e as conclusões da descoberta do teorema de pitagoreísmo e ainda apresentaram em vídeo, um monocórdio e a trajetória da descoberta  Pitágoras. Apresentou, ainda, a geometria presentes na cidade de Cuité ,com uma belíssima galeria de fotos feitas pelos alunos da 2ª e 3ª série.

Paisagens e Cultura Nordestina: Um grupo de teatro apresentava os estados nordestinos e ao tempo que falavam um vídeo mostrava as belíssimas imagens de cada um.

A Química no cotidiano: vários experimentos foram apresentados.

A Produção da cana de açúcar: foi mostrada a moagem , como se faz a raspadura ,o álcool, o etanol.

Músicas, Danças e Cultura Nordestina: Um trabalho de pesquisa sobre os instrumentos como: sanfona, pandeiro, zabumba, etc. a vida de alguns compositores nordestinos, em especial Luiz Gonzaga e alguns escritores foram mostradas além da música e da dança . Um grupo de dança apresentou alguns dos ritmos mais conhecidos como: o frevo, o xaxado, o xote e forró.

Física divertida:aprendendo com materiais de baixo custo; Neste estande pudemos ver alguns curiosos inventos como o foguete de água e ar. Megafone de papel e arame que fazia soar a música de um disco de vinil , entre outros.

Avaliação Corpórea: Bastante atrativa estava o estande da Educação Física. Os alunos puderam demonstrar seus conhecimentos auxiliando os professore realizando os cálculos da avaliação corpórea dos visitantes.

O Espaço Humano: Entrava-se neste estande por uma grande boca e no interior do corpo para observar alguns órgãos de grande importância a exemplo do coração e ainda a importância do sangue. Era realizado o exame para saber o tipo de sangue.

OFICINA DE SENSIBILIZAÇÃO: ministrada por Jean Carlos Ferreira 

A Mostra é acima de tudo uma ampliação da cultura. Em cada estande, alunos e visitantes deparam-se com instigantes desafios ao conhecimento.Uma mostra de trabalhos como essa é a culminância de um processo desenvolvido por alunos e professores, demonstrando conhecimento e prazer em aprender.



vejam algumas fotos em anexo:















Arquivo do blog