29 de agosto de 2011

O CEOP REALIZA ENCONTRO DE FORMAÇÃO PARA COMISSÕES MUNICIPAIS DO COLETIVO DA ASA NO CURIMATAÚ E SERIDÓ PARAIBANO


O CEOP REALIZA ENCONTRO DE FORMAÇÃO PARA COMISSÕES MUNICIPAIS DO COLETIVO DA ASA NO CURIMATAÚ E SERIDÓ PARAIBANO


                                                                                                                                 Por *José Ranieri Santos Ferreira
                          O fortalecimento político e metodológico das comissões municipais é um dos elementos mais importantes dentro da dinâmica da Articulação no Semiárido – ASA, pois, é através desse espaço coletivo que se desencadeiam as ações de mobilização em torno da convivência com o semiárido. Foi nesta perspectiva que o CEOP acolheu mais de vinte lideranças comunitárias, representantes de sindicatos e ONGs dos municípios deBananeiras, Dona Inês, Tacima, Damião, Barra de Santa Rosa, Picuí, Nova Palmeira, alem de educadores da ASPTA e CPT, durante os dias 26 e 27/08, com o objetivo de discutir e encaminhar propostas de qualificação do trabalho das comissões municipais e lideranças que atuam nesses municípios, em parceria com o CEOP no âmbito das ações do programa“um milhão de cisternas rurais – P1MC”.
No dia 26 (quinta-feira), o encontro teve início com uma mística cujo objetivo foi de envolver o grupo na dinâmica do encontro, e partilha sobre uma passagem bíblica contextualizada com o trabalho social. Em seguida foi construído um quadro da realidade de cada comissão municipal, ou seja, número de participantes, instituições envolvidas, e temas debatidos pela comissão em cada realidade municipal. O grupo foi provocado a refletir sobre o papel desempenhado pela liderança, nesse sentido se construiu um diagnóstico a respeito dos diversos tipos de lideranças existentes no nosso espaço de ação e seus respectivos reflexos no trabalho de mobilização social para a convivência com o semiárido. Durante a tarde do mesmo dia ocorreu um rico debate sobre o conceito de agroecologia e controle social das políticas voltadas para o emponderamento da mulher e do homem no campo. O dia de trabalho se concretizou com o CEOP socializando algumas questões relacionadas com o P1MC, onde foi aberto um debate sobre os avanços e desafios do programa para a dinâmica da ASA no Curimataú/Seridó.
No segundo dia (sexta-feira) foi realizado um trabalho em grupo com as seguintes questões:
  • Como fortalecer o trabalho das comissões em cada município;
  • Como fortalecer a AGROECOLOGIA e a ação sindical na região;
Na apresentação de todos os grupos, as questões em comum foram: envolver mais entidades e pessoas interessadas com a política de convivência com o semiárido nas comissões; identificar agricultores e agricultoras experimentadores de práticas agroecológicas; realizar até o início de 2012 um evento microrregional com os sindicatos; e, envolver grupos de jovens rurais no coletivo.  Entre os encaminhamentos ficou marcada a data do próximo encontro que será em Cuité durante o mês de outubro.
O evento foi encerrado ao meio dia com uma avaliação e almoço.
                                                                                                                *Educador do CEOP e animador do P1MC

Arquivo do blog