4 de agosto de 2011

Escola Municipal de Cuité realiza mostra cultural de "Leitura e Escrita"





Confiram a Programação


Dia: 05/ agosto/ 2011

08h00m: Abertura com o tema: Leitura e Escrita

Oficinas: Manhã e Tarde



SUB – Temas:

Pré – Escolar – CANTIGA DE RODA
Professoras: Ilze, Joelma, Maria José e Vitória

1° Ano - CONTOS
Professoras: Aldenira e Edivan

2° Ano – SAÚDE NA ESCOLA
Professora: Alexandra Flora

3° Ano A – POESIA
Professora: Erika

3° Ano B – LENDAS
Professora: Maria Crispim

4º Ano – GIBIS
Professora: Auxiliadora

5º Ano A – CORDEL
Professora:  Elve

5º Ano B FÁBULA
Professora: Maria Betânia


Viajar pela Leitura
 
Viajar pela Leitura Sem rumo, sem intenção.
Só para viver a aventura que é ter um livro nas mãos.
É uma pena que só saiba disso quem gosta de ler.
Experimente!
Assim, sem compromisso, você vai me entender.
Mergulhe de cabeça na imaginação.

                         Clarice Pacheco





Sobre a mostra...
                                                                      
Cantigas de roda: As cantigas de roda são brincadeiras infantis, onde as crianças formam uma roda de mãos dadas e cantam melodias folclóricas.

Contos: São narrativas curtas transmitidas oralmente, onde o herói ou heroína enfrenta grandes obstáculos antes de triunfar contra o mal.

Poesia: É a expressão de sentimentos, emoções e sentidos do poeta, em relação aquilo que o rodeia ou pelo que torna relevante numa forma escrita, cuja sonoridade e estrutura, muitas vezes se assemelham a um cântico ou a um apelo.

Lendas: A lenda é uma história que relata acontecimentos, geralmente, fantasiosos que se passaram em certo tempo e lugar com pessoas, animais, seres sobrenaturais ou mitos. Parte de um fato concreto ou não.

Gibis: São enredos narrados quadro a quadro, por meio de desenhos e textos, que utilizam o discurso direto, característico da língua falada.

Fábulas: São historias fantásticas cujos personagens são animais, os quais nessas historias sentem, agem e pensam como seres humanos.

Cordel: É um tipo de poesia popular, originalmente oral e depois impressa em folhetos rústicos expostos para venda, pendurados em cordas ou cordéis.

Arquivo do blog