26 de julho de 2011

Cuité foi o único município habilitado pelo Ministério da Saúde no Projeto Olhar Brasil da Paraíba

O Ministério da Saúde habilitou mais 23 municípios de sete estados ao Projeto Olhar Brasil, entre eles Cuité na Paraíba. Os recursos – no total de R$ 1,17 milhão – são destinados ao custeio de procedimentos como consultas oftalmológicas, exames e fornecimento de óculos, quando indicados pelo médico. Os repasses financeiros serão feitos a partir da comprovação dos atendimentos aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

As portarias de habilitação estão publicadas nas páginas 118 e 121 do Diário Oficial da União. O Projeto Olhar Brasil, instituído em 2007 numa parceria entre os ministérios da Saúde e da Educação (MEC), ganhou reforço este ano ao integrar o Plano Brasil Sem Miséria, lançado no início deste mês pela presidenta Dilma Rousseff.
 
O objetivo do Olhar Brasil é reduzir as taxas de evasão escolar e facilitar o acesso da população à consulta oftalmológica e aquisição de óculos. Para garantir o bom desempenho escolar, a meta do projeto é realizar triagem de 100% dos alunos matriculados na rede pública de ensino fundamental (1º ao 9º ano) e no programa “Brasil Alfabetizado”, desenvolvido pelo MEC junto à população de 15 a 59 anos de idade de regiões de extrema pobreza.
VALOR DESTINADO PARA CADA MUNICÍPIO HABILITADO:

MUNICÍPIO                                         VALOR (R$)

Beberibe (CE)                                             33.370,43
Diamantina (MG)                                       10.000,92
Contagem (MG)                                         194.282,06
Santo Antônio do Amparo (MG)            11.219,29
Serranópolis  de Minas (MG)                  3.516,66
Aimorés (MG)                                             19.123,51
Montes Claros (MG)                                  3.572,66
Pirapora (MG)                                             30.305,36
São João da Ponte (MG)                         38.903,73
Urucaia (MG)                                              63.347,16
Sinop (MT)                                                  44.999,07
Rio das Flores  (RJ)                                  5.851,23
Mossoró (RN)                                             6.832,54
Batatais (SP)                                              34.737,48
Catanduva (SP)                                         75.846,67
Mococa (SP)                                               41.529,61
Itabaiana (SP)                                            77.319,17
Sorocaba (SP)                                           309.726,26
Monte Carmelo (MG)                                25.887,93
Monte Santo de Minas (MG)                   16.302,28
Cuité (PB)                                                   38.361,77
Atibaia (SP)                                                76.645,00
Duartina (SP)                                             9.923,33
Por Izabel Bacelar, da Agência Saúde – ASCOM/MS

Arquivo do blog