21 de julho de 2011

Antigo Mercado Público em 3D



 
 
Pessoal estou voltando para trazer nesta semana mais uma montagem que fiz no Google Sketchup 8. Trata-se do antigo Mercado Público, conhecido como "3 portas", (que hoje são quatro, e que foram onze no total) prédio de extrema importância histórica e cultural para o município, localizado na convergência das ruas Getúlio Vargas e XV de Novembro. O mercado durante muitos anos abasteceu a sede  e região durante as feiras municipais.
Como disse acima, o velho mercado público abasteceu com seus produtos a população do município e região, foi construído pelo Senhor Jeremias Venâncio dos Santos, aproximadamente em 1924/25, tinha onze portas ao todo, e com boas instalações, de iluminação e cobertura, fruto das boas condições financeiras do Sr. Jeremias Venâncio. Lá a sociedade cuiteense se encontrava não apenas para comprar seus produtos oferecidos, mas para encontros, colocando suas conversas em dia, por isso foi um local de extrema importância histórica-cultural.
No prédio o Senhor Jeremias Venâncio colocou seu rádio para que os cuiteenses quando frequentavam o local pudessem desfrutar de um pouco de lazer, com notícias e músicas da época, bom entretenimento para a população tão carente de lazer.
O prédio durante algum tempo serviu de sede provisória para encontros da recém formada sociedade "Cuité Clube", até que sua sede própria fosse construída no início dos anos cinquenta, onde hoje é o Museu do Homem do Curimataú (veja nos tópicos "Museu do Homem do Curimataú e Cuité Clube").
Toda a vida comercial da cidade se passava em torno do velho prédio, a feira municipal se localizava no seu largo, as principais casas de comércio também estavam próximas do prédio histórico. Quando o novo mercado público foi construído em 1963, pelo então Prefeito Jaime da Costa Pereira, em local onde era um antigo armazém de beneficiamento de algodão da SANBRA, o velho prédio perdeu suas funções, a feira livre foi transferida aos poucos para o novo local, que fica na Rua Floriano Peixoto, e então, o velho prédio teve que fechar suas portas, já que as nessecidades da população cuiteense não comportavam neste local e precisava de mais espaço para o comércio de seus produtos.
A última vez que me lembro que o mercado velho abriu suas portas para o público, foi numa Feira de Ciências realizada pela Escola particular Instituto O Pequeno Doutor, da senhora Dulcema Furtado em outubro de 1999, expondo as artes feitas pelos alunos. Infelizmente de lá pra cá o prédio serviu apenas de depósito e uma oficina de conserto de automóveis.
O prédio está bem descaracterizado de sua forma original, quando diversas portas foram fechadas, ficando apenas com três abertas (daí seu antigo apelido "3 portas", mencionado anteriormente).
Seria muito gratificante se alguém tivesse o intuito de restaurar este belíssimo prédio, já que a população cuiteense deve tanto a este local.

Veja as montagens abaixo:

 
















 
 

Arquivo do blog